quinta-feira, 9 de junho de 2016

Parábolas & HQ's #24: O Pantera Negra e como reagir às tragédias da vida



https://www.youtube.com/watch?v=XIEtW96Asrc


      Como estão caríssimos amigos de Parábolas! Espero que estejam vivendo o melhor dia de suas vidas! Hoje, atendemos ao pedido de nosso amigo e leitor Fábio, da cidade de Ponta Grossa no Paraná que é fã do Rei de Wakanda, T'challa, o Pantera Negra!

     Como contexto é interessante notar que o personagem foi criado em 1966 por Stan Lee e Jack Kirby. Este período foi o ápice da discussão racial nos Estados Unidos, e a dupla, alinhada com seu tempo entrou na discussão ao criarem os mutantes e os personagens Professor Xavier e Magneto que correspondiam ideologicamente ao discurso pacifista de Martin Luther King e o discurso mais radical alinhado com o islamismo de Malcom X, respectivamente. Já falamos sobre eles quando falamos dos dois personagens. Porém ainda faltava algo. Um herói negro com todas as premissas nobres que se espera de um verdadeiro herói. Talvez não por acaso, o codinome de T'challa corresponde a um grupo radical com premissas de guerrilha dos negros. Não vamos entrar em detalhes sobre os Panteras Negras, mas você pode acessar o link para saber mais a respeito. O personagem parece corresponder ao oposto dos ideais dos Panteras Negras.

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-foram-os-panteras-negras



         Se foi proposital ou por acaso, é interessante notar a semelhança e perceber que os quadrinhos nos ajudam a entender a História e a Sociedade em que foram criados.


       O príncipe da nação africana de Wakanda, T’challa perdeu tudo o que tinha muito cedo. Sua mãe morreu em seu parto, o que resultou no ódio de seu irmão adotivo mais velho, Hunter. Ele também se ressentiu de seu irmão caçula pois T’challa passou Hunter na linha sucessória do trono de Wakanda. Seu pai foi assassinado por um grupo de exploradores de Vibranium (metal raríssimo encontrado em Wakanda) que tomaram o poder, forçando T’challa ainda adolescente a fugir de sua terra natal e viver no Exílio na América. Mesmo com este cenário sombrio pairando sobre ele, o herdeiro de Wakanda buscou se preparar na América para retomar o controle de sua terra natal para devolver a estabilidade política e a paz ao seu povo. Por isso estudou a arte de governar e buscou habilidades de luta. A maior riqueza de Wakanda, o Vibranium é a maior razão de conflitos, pois é um metal cobiçado por todas as potências mundiais que buscam a utilização bélica do mesmo. Recentemente T’challa casou-se com Ororo Munroe, a Tempestade e os dois assumiram temporariamente o lugar de Reed e Susan Richards no Quarteto Fantástico, com a licença do casal após os eventos da Guerra Civil.




      A vida de T’challa foi marcada por tragédias pessoais importantes, porém isso não foi uma desculpa para que ele vivesse de maneira desregrada. Ele poderia ter usado seu passado para explicar um futuro desastroso, mas não o fez. Usou as experiências negativas como trampolim para crescer e ser um homem melhor. Fez isso por sua família e pelo seu povo. Nós precisamos enxergar os problemas e desafios (e porque não os fracassos?) como oportunidades de nos reerguermos e nos tornarmos pessoas e seres humanos melhores no futuro. T’challa aprendeu então você também pode!

           
Referências Bíblicas

"Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Isaías 43:18


Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, Filipenses 3:13

Pastor Eduardo Medeiros


Nenhum comentário:

Postar um comentário