segunda-feira, 11 de julho de 2016

Papo Teológico #6: As Crises de Jonas



     Olá caríssimas e caríssimos companheiros de Parábolas! Em nosso papo teológico de hoje, temos a contribuição do Pastor Edson Mariano que compartilha conosco uma de suas mensagens ministradas na IEQ Tingui em Curitiba para nossa coluna. Esperamos que gostem e sejam edificados com ela! Segue minhas anotações da mensagem do pastor Edinho como o chamamos por estas terras no sul. Créditos para o autor da mensagem.

Introdução:

E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo:
Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.
Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.
Jonas 1:1-3
E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Jonas 1:1-2

     Deus atribui uma missão difícil ao profeta Jonas que estava acostumado a pregar uma mensagem aos israelitas. De repente Deus o chama para que pregue o arrependimento à cidade assíria de Nínive. Cidade violenta, politeísta cujos cidadãos possuíam práticas que eram abomináveis para os israelitas. Com este panorama, o profeta tinha duas opções: ou acreditava que o projeto de Deus ou em seu próprio projeto. A Palavra de Deus nos mostra que ele escolheu a segunda opção comprando uma passagem para um lugar que ficava para a direção contrária de Nínive. Ele partiu para Társis.Este comportamento mostra que o profeta estava em crise e, para auxiliar no entendimento dos níveis da mesma, vamos analisar alguns aspectos desta crise pela qual Jonas passou e que nós também podemos passar em nossa caminhada com Deus.

1 - Crise da Desobediência:

Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor. Jonas 1:3

       A desobediência a Deus sempre nos custa um alto preço. Jonas precisou pagar por uma passagem até Társis porque não queria fazer a vontade de Deus. Precisamos entender que a vontade de Deus é SEMPRE boa, perfeita e agradável, mesmo quando ela vai contra nossos pensamentos e vontades.

      Normalmente nos preparamos para fazer a nossa vontade, não a vontade de Deus. Como sabemos qual é a vontade de Deus para nossa vida? Observando o que a Sua Palavra nos diz a respeito do que queremos fazer. Se ela for contrária a nossa postura devemos nos voltar (Converter) ao que a Palavra nos diz.

     Quando desobedecemos, damos desculpas para Deus. Quando desobedeço, Deus gasta mais tempo comigo, que com minha capacitação para cumprir o chamado em minha vida. Em vez de tratar meu caráter, encher de unção para realizar meu propósito, dar autoridade para cumprir o chamado, Deus precisa investir em minha vida para mostrar que estou errado e preciso retornar. Aí começa minha luta com Deus para provar que eu estou certo e Deus está errado. Mostro esta luta quando faço o que não devo, mesmo sabendo o que é certo, de acordo com os princípios do Reino.

2 - Crise do Medo

Então temeram os marinheiros, e clamavam cada um ao seu deus, e lançaram ao mar as cargas, que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono. Jonas 1:5

     Jonas desceu ao porão do barco por ter medo de se expor, medo de mostrar quem era aos demais. Quando saímos do propósito de Deus para nossas vidas, fugimos para os porões de nossa alma para tentarmos justificar nossa posição e nos tornamos vítimas de nossa desobediência. Este estágio da crise traz isolamento da multidão, onde vemos a todas as pessoas como conspiradores que estão contra nós, quando na verdade somos nós mesmos que estamos nos escondendo do mundo por causa de nossa desobediência.

E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. Gênesis 3:9-10

     Quando Adão pecou no Éden, Deus continuou o procurando. Quem se escondeu de Deus foi o próprio Adão. Assim fazemos quando estamos em desobediência aos planos de Deus para nossas vidas. Temendo a Ele, fugimos e nos escondemos. Como não conseguimos nos esconder de Deus, nos escondemos de outras pessoas.

3 - Crise do Sono Espiritual

E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo:
Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.
Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.
Jonas 1:1-3
Então temeram os marinheiros, e clamavam cada um ao seu deus, e lançaram ao mar as cargas, que estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono. Jonas 1:5

      A desobediência nos leva a não reagir às adversidades ao nosso entorno. O mundo estava caindo ao redor de Jonas e ele dormia um sono profundo. Isso acontece porque estamos investindo toda nossa energia naquilo que é terreno, não no Eterno. Precisamos acordar, despertar pois Deus está nos chamando, precisamos responder ao chamado. Muitas vezes famílias inteiras estão sendo destruídas pelas tempestades da desobediência e não conseguem reagir ou tomar decisões que os levem de volta para o centro da vontade de Deus para suas vidas. É preciso clamar a Deus para que seja possível um despertar, Ele pode usar outras pessoas para nos ajudar. No caso de Jonas, os marinheiros foram instrumentos para o retorno do profeta.

4 - Crise da Fé

Então estes homens se encheram de grande temor, e disseram-lhe: Por que fizeste tu isto? Pois sabiam os homens que fugia da presença do Senhor, porque ele lho tinha declarado. Jonas 1-10

      Até o diabo sabe qual é o nosso verdadeiro lugar. Muitas vezes estamos fugindo do local onde o Senhor nos quer colocar. Até os marinheiros sabiam que o profeta não deveria estar naquele barco. Quando desobedecemos, incomodamos até aqueles que não compartilham da mesma fé que nós... A saída de Jonas do barco normalizou a situação dos marinheiros.
     Com crise de fé não conseguimos crer na Palavra de Deus, acreditamos mais em nossos projetos do que nos projetos de Deus. Mas precisamos ter consciência de que as tempestades virão para nos colocar de volta ao alinhamento com a Palavra e com o propósito de Deus.

Lições que o profeta aprendeu com sua crise:

1 - Quando estamos fora da vontade de Deus nem o peixe nos aguenta.

Falou, pois, o Senhor ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra seca. Jonas 2:10

 2 - A pregação de Jonas em Nínive traz um avivamento e um arrependimento genuíno para toda a cidade. Porém vemos que este não foi um movimento duradouro, pois anos depois da pregação de Jonas, Deus levanta outro profeta, Naum para pregar a destruição definitiva da cidade. O que podemos tirar deste episódio é que o resultado de nosso trabalho fica comprometido quando desobedecemos.

      Precisamos buscar em Deus nos alinhar com Sua Palavra para estarmos no centro de Sua vontade para vivermos a plenitude do nosso chamado para esta geração. Ele nos chamou para darmos frutos e frutos que permaneçam na terra mesmo depois de nossa partida.

      Precisamos entender que a vontade de Deus é nossa melhor escolha, mesmo que não vejamos isso imediatamente, pois sua vontade SEMPRE é boa, perfeita e agradável! Qualquer coisa longe deste princípio nos trará problemas causados por nós mesmos.

Deus abençoe a todos, tenham uma semana abençoada na Presença de Deus!

Pastor Edinho Mariano
A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai com esta ordem:
"Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença".
Mas Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para Társis. Desceu à cidade de Jope, onde encontrou um navio que se destinava àquele porto. Depois de pagar a passagem, embarcou para Társis, para fugir do Senhor.
Jonas 1:1-

Nenhum comentário:

Postar um comentário