quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Parábolas & Cinema #16 - Esquadrão Suicida: Magia


A artista freelance June Moon foi convidada para uma festa a fantasia em um antigo castelo e lá encontra um ser mágico ancestral em uma câmara secreta que lhe concede poderes mágicos para enfrentar uma presença maligna no local. 

No filme do Esquadrão Suicida, June é uma arqueóloga que encontra mais que artefatos antigos e acaba sendo possuída por uma entidade ancestral que toma o controle de seu corpo.
A partir de então June transforma-se em Magia e se comporta como uma anti-heroína, de acordo com seus interesses. Ela recebe a chance de participar do Esquadrão Suicida, para manter seu lado mau controlado. No início desta nova jornada, toda a vez que June utiliza sua mágica, perde o controle de seus atos, sendo um membro bastante instável da equipe formada por outras pessoas instáveis como estamos vendo nesta série sobre o Esquadrão. O líder do grupo Rick Flag é quem fica responsável por June para ajudá-la a voltar a si durante as missões do grupo.

Todos nós também temos um momento como o de June em nossas vidas. Não vai acontecer em uma festa a fantasia, mas você pode ser convidado por um amigo a participar de uma célula, um culto, uma rede de jovens. Sua intenção inicial é apenas ir até o local, participar da programação proposta e voltar para casa. Mas no meio desta programação “normal” você sente um toque especial e algo começa a mudar dentro de você. Durante o período de louvor, você é tocado pelo ambiente, durante a mensagem você é confrontado com a verdade da Palavra de Deus e então alguém faz um apelo para aqueles que desejam aceitar a Jesus como Senhor e Salvador e algo o impele para levantar a mão e fazer esta oração. Tudo será novo deste dia em diante e, assim como Magia não sabia controlar seus poderes mágicos, você também não conseguirá controlar seu homem carnal e perderá o controle algumas vezes. Continue perseverando, buscando a Deus e se aproximando de outras pessoas que possam ajuda-lo em seu treinamento de estar próximo a Deus.

Será uma jornada épica!
           
Referências Bíblicas

até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo. Efésios 4:13

Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês". Mateus 5:48

Em resposta, Jesus declarou: "Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo". João 3:3


Pastor Eduardo Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário