segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Papo Teológico #7: Batalha Espiritual - Capítulo 1: Armas de Ataque


Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração. Hebreus 4:12
Olá caríssimos e caríssimas colegas de Parábolas Geek! Espero que você esteja vivendo os melhores dias de suas vidas! Em nossa coluna Papo Teológico de hoje, vamos falar sobre Batalha Espiritual. 


Como este é um tema bastante complicado e muito profundo, vamos dividir em três partes onde vamos abordar este assunto tão importante, mas parece que meio esquecido em nossos dias. Precisamos estar preparados e conscientes a respeito das lutas que enfrentamos como cristãos, pois podemos confundir cristianismo com uma ida ao shopping center ou a um restaurante, quando na verdade a Bíblia nos fala de uma guerra sendo travada na qual fazemos parte ativa em nossa jornada na terra.

Na Primeira parte deste estudo falaremos sobre a única arma de ataque que temos disponível, na segunda parte das armas de defesa e na terceira parte sobre quem é nosso inimigo e como podemos derrotá-lo. Está pronto? Vamos lá!
 
Quero começar falando da única arma de ataque do plantel divino, a Espada Divina que é a Sua Palavra. O Texto que lemos fala a respeito de algumas características da Bíblia que quero tratar com vocês


1) Ela é Viva e Eficaz

     Um livro que resistiu a mais de três mil anos da destruição, foi salvo de grandes incêndios, de conquistadores, de ser copiada de maneira errada em lugares ermos nas florestas medievais não pode ser considerado um simples livro.
     Um livro que tem mais de 4000 anos de história e continua mais atual como nunca antes, não pode ser considerado um livro qualquer. Ele é a Palavra de Deus e como tal deve ser por nós tratada.
      A Bíblia não é apenas um livro de História, ele foi inspirado por Deus que guiou homens comuns como eu e você a escreverem palavras Eternas que resistem ao tempo e ao espaço. Só esta razão deveria ser suficiente para respeitarmos e estudarmos este Livro com afinco e dedicação. Se este Livro tem o toque divino, ele é suficiente para me ajudar em qualquer circunstância. Esta arma é suficiente para me ajudar na minha batalha contra meu inimigo.


2) Ela é mais afiada que qualquer espada de dois gumes

     Gosto muito de espadas e em como elas são usadas no campo de batalha. No Evangelho de Mateus temos a descrição de um duelo inacreditável com esta espada poderosa.

     Então Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. Depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. O tentador aproximou-se dele e disse: "Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras se transformem em pães".Jesus respondeu: "Está escrito: ‘Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus’". Então o diabo o levou à cidade santa, colocou-o na parte mais alta do templo e lhe disse: "Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui para baixo. Pois está escrito: ‘Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra’". Jesus lhe respondeu: "Também está escrito: ‘Não ponha à prova o Senhor, o seu Deus’". Depois, o diabo o levou a um monte muito alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e o seu esplendor. E lhe disse: "Tudo isto lhe darei, se você se prostrar e me adorar". Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’". Então o diabo o deixou, e anjos vieram e o serviram. Mateus 4:1-11 NVI.

Jesus e Satanás duelando com a Palavra de Deus com Cristo vencendo o duelo! Percebe como é importante saber manusear a Bíblia? Satanás usa a própria Palavra contra Jesus que como exímio conhecedor dela, refuta cada argumento com outro texto das Escrituras. Quando leio este texto, vejo nele a confirmação para o perigo de usarmos versículos soltos, fora de seu contexto original. Algumas denominações que se dizem cristãs fazem isso para legitimar práticas questionáveis e deturpações à doutrina saudável. Seja um conhecedor, um estudioso da Palavra de Deus. Não é possível ir para uma guerra sem saber usar sua espada ou até mesmo uma arma. Se você deixar para aprender no meio do campo de batalha, antes que consiga, será abatido. Espiritualmente é isto que acontece com muitos que não se preocupam muito com a Bíblia e a leem apenas nas mensagens dos cultos que participa... Isto é muito pouco queridos! Precisamos avançar e mergulhar mais e mais na doce e poderosa Palavra de Deus.

O interessante de uma espada de dois gumes é que ela, ÓBVIO, corta para os dois lados. Tanto para o lado do inimigo, quanto para o seu lado. Isso em meu ponto de vista significa que ao mesmo tempo em que você usa a Palavra para cortar a resistência ao pecado em uma pessoa, você também é exposto ao mesmo golpe.

Com dois gumes é mais fácil aquele que empunha a espada cortar-se com ela. É preciso usar a Palavra de Deus com sabedoria, pois quando tento tirar proveito do conteúdo dela acabo sendo ferido por ela. Quando adoto apenas o que me importa da Bíblia e deixo as demais partes de fora e faço de conta que está tudo certo, estou sendo mortalmente ferido pela Palavra.

Um livro que acabou se transformando em filme que retratou muito bem esta realidade de que a Palavra de Deus pode ser usada como arma para fazer o mal, ao não ser ensinada de maneira adequada é o Livro de Eli, onde muitas pessoas queriam se apropriar da Bíblia para a usarem para dominar as populações.

 

3)Ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas

      A Palavra de Deus corta o coração do pecador convencendo ele do pecado e também derrota Satanás

Ouvindo isso, ficavam furiosos e rangiam os dentes contra ele. Atos 7:54

Ouvindo isso, eles ficaram furiosos e queriam matá-los.Atos 5:33

Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Efésios 6:17


      O termo grego para espada significa uma espada curta ou adaga. A ênfase do texto é sobre o poder que a Bíblia tem de penetrar e revelar o interior dos homens. Quando a Palavra é exposta, o coração do homem é revelado de maneira cristalina. Neste momento, ele tem duas opções? ou arrepende-se e recebe a redenção de seus pecados e é aceito como Filho de Deus, ou mantém seu coração fechado para o Evangelho e revela o que existe de pior dentro de si mesmo. De uma forma ou de outra, a Palavra não volta vazia (Isaías 55:11).

      Isto mostra a importância de compartilharmos as Escrituras com nossos conhecidos, familiares e amigos. Ah, pastor, mas eu não conheço nada da Bíblia, você poderia me dizer. O que você deve compartilhar? Aquilo que você já aprendeu! Simples não? Deus não pedirá a você aquilo que não conhece, mas aquilo que conhece!

4) Julga os pensamentos e intenções do coração

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, 2 Timóteo 3:16

     Deus vê nosso coração mas nem sempre sabemos o que há em nosso ser interior. Deus usa a Palavra para nos levar a enxergar o pecado e a incredulidade que existe em nós. A Palavra revela nosso coração, em seguida se nos arrependermos, a Palavra nos capacita a obedecer a Deus e apropriar-se de suas promessas. Por isso todo cristão deve esforçar-se com diligencia para ouvir e obedecer a Palavra de Deus.

     Na Palavra vemos Deus e também descobrimos como Ele nos vê. Esta experiência nos permite sermos honestos com Deus e confiarmos em Sua Vontade para obedecer com prazer e alegria!

     Que você possa a cada dia na terra aprimorar seu conhecimento e aperfeiçoar o manejo com a Espada de Deus! Ela é sua única arma de ataque para se proteger dos Ataques do Maligno!


     No próximo capítulo vamos tratar das armas de defesa desta Batalha! Vejo você lá!

Pastor Eduardo Medeiros
    


Nenhum comentário:

Postar um comentário