quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Parábolas & Séries #13 - Os Defensores: Jessica Jones






     Jessica Jones tentou ser uma heroína algumas vezes adotando diferentes codinomes que mostravam este esforço em tentar usar seus poderes para fazer o bem. 

     Um encontro devastador acabaria com seus sonhos em poder melhorar a humanidade e ajudar os heróis na luta contra o crime. Quando adotou o nome de Safira, confrontou um dos inimigos do Demolidor, Zebediah Killgrave, conhecido como Homem-Púrpura que tem poderes de controle mental.


      Jessica perdeu a batalha e como consequência, passou oito meses como escrava de Killgrave, onde a obrigou a fazer coisas horríveis, como enfrentar os Vingadores quando eles voltavam de uma missão. O confronto levou Jessica a permanecer em coma por vários meses onde um tratamento psíquico liderado pela X-man Jean Grey conseguiu quebrar o elo mental entre Jessica e Killgrave.


     O estrago, porém já havia sido feito e o trauma desta experiência devastadora destruiu seu projeto em prosseguir como uma heroína pelo medo de ser manipulada por outro vilão e acabar fracassando. Abriu uma agência de detetives onde a maioria de seus casos envolvia os superseres do universo Marvel. Talvez esta fosse uma maneira segura de continuar mantendo contato com seu sonho sem, contudo se envolver em um nível mais profundo.

      Nestes anos de ministério como pastor, conheci muitas pessoas que começaram suas vidas com Deus de maneira alucinante, crendo que poderiam transformar o mundo, pois agora eram Filhos e Filhas de Deus. O amor incondicional, a ousadia em ser boca de Deus para esta geração as consumia. Mas algumas experiências traumáticas vividas com outras pessoas dentro da igreja destruíram seus sonhos e projetos. Elas acabam se transformando no que costumo chamar de “cristãos de banco”. Continuam por perto, como Jessica com sua agência, mas não fazem mais parte do grupo que vive e trabalha em prol do Reino de Deus. A dor da decepção é grande, mas maior que ela é o Deus que nos resgatou de onde estávamos antes de conhecê-Lo. Devemos entregar toda a frustração aos pés da Cruz, buscar aconselhamento com líderes de nossa confiança para que a questão possa ser tratada e resolvida. Ele nos chamou de Filhos, Ele cuidará de nossos problemas, basta continuarmos vivendo como no dia em que O conhecemos.
           
Referências Bíblicas

Só ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas. Salmos 147:3

Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo. Jeremias 17:14

Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura. Provérbios 12:18

Pastor Eduardo Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário